quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Expliquem-me lá este hábito, se faz favor


Alguém me explica aqueles casais que não se largam, mesmo quando um dos elementos está a conduzir? Aquele encaixe de mãos constante ali na zona das mudanças ou no colo?
Lembro-me de ser pequena (criança, mesmo), ver pessoas a fazê-lo e não compreender o motivo. Entretanto cresci, e... continuo sem atingir. Não é suposto conduzir-se com as duas mãos? E, mesmo que não seja o caso, não é suposto ter-se as mãos preparadas para qualquer eventualidade?
Não vou ser hipócrita. Já dei a mão ao meu namorado, estando um de nós dois a conduzir. No entanto, 1) foi uma coisa momentânea, 2) foi a excepção e não a regra. E acreditem em mim, gosto muito de dar a mão, estejamos a andar ou parados. Mas... A conduzir?
Muito honestamente, preciso - por favor! - de uma explicação. Eu tento não julgar comportamentos alheios, mas depois há sempre algo que me faz abanar a cabeça em desaprovação...

3 comentários:

Coisas da Andreia disse...

Sou-te sincera, as únicas vezes que fiz isso foi muito no início da minha relação com o meu namorado, hoje em dia já não o fazemos. Faz-me confusão aqueles casais que não se largam e que não vivem um sem o ouro, sufoca-me e não é a mim que me afecta directamente se é que me entendes ahahah

Sandra A. disse...

r: sim, penso que melhoraram. eu comprei este porque era Android e andei mesmo a ver as especificações, vídeos no youtube e assim, porque se a nokia continuasse a investir nos lumia ou windows nunca na vida o tinha comprado! estou muito contente com a compra e não tenho razão de queixa, quer dizer, como o modelo é novo é difícil encontrar capas.. tem nas lojas mas é aquelas só transparentes e é de dez euros para cima! mandei vir umas giras da net, agora tenho é que esperar eheh

м♥ disse...

Além de lamechas, é perigoso! às vezes enquanto o meu namorado conduz lá põe a mão na minha perna ou roçamos a mão na mão do outro como um carinho, mas muito esporadicamente. E uma coisa de 2 ou 3 segundos. Nada de mãos dadas! Eu a conduzir nunca faço nada disso porque já sou um perigo com as duas mãos e com atenção ao que estou a fazer, imagina assim! :) ahahaha Desconcentro-me facilmente.