domingo, 17 de dezembro de 2017

Desculpem o negativismo, mas...

Nunca percebi certos hábitos do luto. A obrigatoriedade de se usar preto. O facto de não se poder acender a televisão depois de se perder alguém... No seio de uma família qb conservadora, estas coisas são importantes para alguns dos que me são mais próximos.
Contudo, hoje é diferente. A última coisa que quero é ter barulho de fundo. Ouvir pessoas alegres a falar de futilidades, ou ouvir falar de ainda mais desgraças. Hoje (e quem sabe durante quantos dias?), não vou ligar a televisão... Não por ser obrigatório, mas porque não tenho capacidade nem vontade para isso.
Por aqui, tenho um sentimento que varia entre a negação e a revolta. Perdi alguém muito importante, mas que era ainda mais importante para outras pessoas... E o meu coração aperta-se ao pensar no sofrimento deles.
Há muitas coisas que quero dizer e escrever, mas sou constantemente impedida, ao pensar "para quê?". Apenas digo o seguinte: é bom que haja um propósito qualquer, uma coisa maior, que faça a morte fazer sentido. Caso contrário, se somos todos animais cuja existência se resume ao período de tempo entre o nascimento e a morte, não sei que sentido faz termos consciência e sentimentos. Mais valia sermos todos seres irracionais que apenas se preocupam com a sobrevivência.

5 comentários:

Sofia disse...

É difícil saber o que dizer em alturas destas, por isso vou só desejar-te força para superar este mau momento *

E. disse...

Os meus sentimentos e muita força! ♥♥♥

E. ♥ Meet me for Breakfast

м♥ disse...

Os hábitos de luto são coisas muito pessoais. Não vale a pena impor nada, obrigatoriedades para se mostrar que se sente menos ou mais a falta das pessoas, pois cada um acaba por fazer o luto à sua maneira. Nunca gostei dessas imposições do preto, de não sair, de ter as janelas fechadas, etc etc pois não é isso que define a dor ou o respeito que sentimos pela pessoa e pela sua perda. Mas, enfim, cabe-nos a nós decidir se queremos seguir e respeitar certos hábitos pelas restantes pessoas da família, porque faz sentido para elas.

Neste momento, desejo-te força. Beijinhos

Coisas da Andreia disse...

Os meus sentimentos, e força, muita força !

Ana disse...

adorei o texto, não podia concordar mais contigo... tem que haver algo mais, não faz sentido a vida ser um dom tão maravilhoso que nos é dado só para depois nos ser retirado...
beijinhos https://ratsonthemoon.blogspot.pt/