quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Só me falta calçar umas meias com as sandálias e fico igual ao meu avô


Venho aqui anunciar uma das minhas mais recentes compras (apesar de ter sido há umas semanas): umas sandálias de velha. Isto é como quem diz: finalmente comprei umas Birkenstock. Finalmente, sim, porque ando há quase dois anos a pensar nisso sem ter tido coragem.
E porque é que é preciso coragem? Epá, meus amigos, eu fui comprada pela promessa de "sandálias mais confortáveis de sempre que te duram uma vida", mas, sejamos honestos... Aquilo é um bocado assim a atirar para o sapato de velho. Mesmo que esteja na moda e que seja aceite pela sociedade, não é por isso que temos de gostar de tudo. Além disso, o preço não convida a uma compra maluca de "depois logo se vê". Não, não. Teve de ser uma coisa ponderada (acabou por ser uma compra impulsiva por estar em promoção, mas já tinha decidido comprar este ano ou para o próximo). Do mal o menos... Escolhi um modelito que tenta ser mais moderno (o de baixo, noutra cor).
Prometiam-me conforto e durabilidade e eu este ano consegui estragar dois pares de sandálias (que foram milagrosamente recuperados pelo sapateiro, mas não estou 100% segura naquilo), pelo que tais factores são muito importantes. Ainda só usei duas ou três vezes, mas até agora estão a marcar pontos no papel de confortáveis.
Acho que a palmilha destas sandálias é baseada numa tecnologia extremamente interessante - molda-se ao nosso pé (por essa razão, não convém emprestar as sandálias). Isto até pode ser uma grande treta... Mas até ver, venderam-me bem a coisa e estou contente com isso.

3 comentários:

Tulipa Negra disse...

Existem uns modelos minimamente aceitáveis mas outros são de meter medo ao susto. No entanto, por vezes o factor "conforto" tem muita força...

Alexandra Soares disse...

Eu quando as vi nos pés de uma senhora fiquei naquela do "será que aquilo me fica bem?" decidi comprar e são super confortáveis! Já estou fã.

м♥ disse...

Não é das modas que eu aprecie (é como dizes, parece de velho), mas dizem maravilhas a nível de conforto!