domingo, 3 de setembro de 2017

Carta aberta aos bloggers profissionais

Caros bloggers profissionais [que sei que não vão ler esta publicação],

Em primeiro lugar, quero dar-vos os meus parabéns pelo excelente blogue que têm. Sim, cada qual à sua maneira, se são profissionais numa coisa que começa como um hobby, é porque são bons naquilo que fazem.
Em segundo lugar, se começaram o vosso blogue para ganhar dinheiro, possivelmente este post não é para vocês, porque eu nunca tive a oportunidade de ler textos genuínos, desprovidos de qualquer interesse, que me fizeram ficar e ler-vos regularmente. Parecendo que não, já tive o meu primeiro blog há uns bons 8 anos e, nessa altura, ser blogger não estava na moda.
Em terceiro lugar, os meus blogues preferidos continuam a ser os mais pessoais. Mais ou menos privados. Sem grandes alaridos. Mas sou na mesma leitora assídua de alguns blogues ditos grandes.
Agora que já esclareci isto, vou passar ao que interessa.

Eu sei que estamos no Verão (quase no fim, ein?) e que o país (e talvez o mundo) param um pouco nesta altura. Já sabemos que tudo funciona a meio gás, porque todos nós temos direito a férias e a algum descanso. Certo. Agora, o que não está certo é deixarem os vossos leitores a ressacar por mais, durante tempos sem fim. Meus amigos, a culpa é vossa: vocês habituaram-nos mal. Habituaram-nos a ter ali material à disposição numa base regular. Querem tirar-nos tudo assim de repente? Não dá.
Até porque - pasmem-se - vocês não são médicos. E o que quero eu dizer com isto? Eu não preciso da vossa presença real para ler os vossos textos. Já ando nisto há uns tempos, sei que dá para agendar posts. Isso mesmo! Agendar! Uau, que fantástico! Se isto é o vosso ganha pão, seria pedir muito assim uns dois ou três posts por semana? Só assim para enganar a fome.
Reparem que eu não digo isto para vosso mal e porque quero que vivam para mim. Não, senhor. Sou uma grande defensora das vossas causas. Até sei que vocês têm vida própria e que nós não temos nada a ver com isso!! Grande lição, ein? Fiz o trabalho de casa. Não vou negar que gosto de cuscar a vossa vida... Até porque normalmente vocês têm fotos lindas de outfits maravilhosos, restaurantes de criar água na boca e viagens brutais. E eu gosto de consumir isso tudo, até de blogues que não leio (lá está, os que começaram já com outra intenção).
E por falar em viagens... Eu sei que não é tudo por estarem de papo para o ar. Sei que é uma profissão (seja em full ou part-time) que exige viajar a convite de marcas para divulgarem os seus produtos e serviços. Mas... Se fazem essas ditas viagens, QUE TAL PARAREM PARA ESCREVER UM BOCADINHO SOBRE ISSO ANTES DE PARTIR PARA OUTRA VIAGEM? Desculpem a agressividade, mas se eu sigo os vossos blogues é porque gosto de LER. Se quisesse só ver fotografias, se calhar virava-me para books fotográficos... Não sei, só assim naquela.
Posto isto, e agora que as férias já estão a acabar, voltem lá a dar-me o que eu quero, se faz favor. Mesmo que voltem a meio gás, é melhor do que nada. E tirem daqui uma lição para os próximos anos. Porque se eu começar a dar nas drogas pesadas para tentar compensar este vazio, é bom que fiquem com peso na consciência.

Com muito amor,
i.

2 comentários:

м♥ disse...

Detesto a blogosfera em Agosto por isso mesmo. Parece que todos morrem e só ressuscitam em meios de Setembro. Que porcaria. Agendem posts, mas não nos deixem sós :)

Bonjour Marie disse...

Normalmente também noto que a blogosfera anda a meio gás nos meses de verão. Pessoalmente e apesar de não ter muitos seguidores com a vida agitada que tenho, Tenho optado por agendar posts para não deixar o meu blog parado 😜