quarta-feira, 27 de setembro de 2017

O sonho mais parvo

Ontem adormeci depois de almoço (shame on me, com tanta coisa para fazer) e tive um sonho gigante e super complexo. Algumas coisas relacionavam-se entre si e faziam sentido com conversas ou pensamentos que tive recentemente, outras nem por isso. Envolveu alguns amigos e familiares, mas também continha pessoas que eu sei que existem, sim, mas com quem não tenho qualquer tipo de contacto. Foi muiiiiito estranho!
O sonho acabou, nada mais, nada menos do que com... O dia do meu casamento. O mais engraçado da questão é que parecia um dia super normal. Ninguém estava muito apressado. Nem mesmo eu que, não sei bem porquê, estava já vestida de noiva em casa da minha tia e a pensar "então mas e o cabelo? E a maquilhagem? Eu nem fiz aquelas sessões de testes... Será que tenho de ir assim para a igreja? É que o casamento é daqui a 1h30. Bem, fica só normal...". Telefonei à minha mãe e ela só chorava (porque alguém que ela nem conhece tinha morrido!) e disse-me "desculpa lá, mas hoje não me vou preocupar com as tuas futilidades". Futilidades... O meu próprio casamento!
Não sei muito bem com quem ia casar. Tenho quase a certeza absoluta de que não era com o meu actual namorado (desculpa, L.). Alguém me foi levar as alianças e eu só as deixava cair e dizia "isto é um sinal de que não me devo casar". Aliás, até disse à minha tia qualquer coisa como "se ele agora me dissesse que não queria casar [seja lá quem for o "ele"], também não me chateava muito. Mas ao menos que tivesse a coragem de vir falar comigo e de me dizer mais cedo! Agora com as pessoas todas a virem de propósito é chato". Ahahah. Estava com muita vontade de me casar, como se vê!
Estou a contar isto simplesmente por ter sido dos sonhos mais complexos (envolveu muitas coisas para trás) e mais ridículos que já tive. Não sei se lhe posso atribuir algum significado, mas cá para mim só demonstra a minha posição em relação ao casamento: epá, não faço questão. Mas... Pelos vistos quero ter um vestido de noiva! Não importa que não haja penteado nem maquilhagem, nem tampouco importa que o meu noivo não se queira casar, um vestido é que não pode faltar. Ai, ai... Realmente as mulheres só dão importância ao que vestir.

3 comentários:

Coisas da Andreia disse...

Eu noto que quando ando mais stressada e com mais coisas para fazer é quando tenho os sonhos mais estúpidos e ao mesmo tempo mais complexos :/

м♥ disse...

Os meus sonhos nunca fazem muito sentido e misturam sempre coisas da minha realidade. Sonho muito com trabalho, com clientes, com empresas... Quase todos os dias. Às vezes misturam-se outras coisas. Esta semana tenho tido sonhos estranhos. Ontem sonhei que me ia casar e quem ia fazer o meu cabelo e maquilhagem era a Niina Secrets, que eu sigo no youtube. Sonhei que tinha ido a Lisboa a trabalho, levei o carro velhote dos meus pais e me roubaram tudo o que tinha lá dentro. Hoje sonhei que estava a dar grande party na casa da minha prima grávida que, entretanto, entrou em trabalho de parto... Uma confusão!

➳ Nea ☽ disse...

Também consigo ter sonhos muito estranhos, e lembro-me da maioria!
Este teu é engraçado no fundo ahah