quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Alentejana de gema

Nunca tive um sotaque alentejano super carregado, nem nunca me limitei às expressões tipicamente alentejanas (apesar de usar muitas que nem sabia serem alentejanas). Depois de viver cinco anos em Lisboa e de me dar com pessoas um bocadinho de todo o país (mas mais da zona centro), o meu sotaque desvaneceu-se. Claro que não se apagou! Os meus colegas riam-se sempre que eu falava ao telefone com a minha mãe e avós, porque parecia outra pessoa a falar, dado que continuava a ter a minha veia alentejana sempre presente.
Depois de quase um ano na Suíça, em que o contacto que tinha com portugueses era maioritariamente com alentejanos ao telefone, voltei para a minha terra. Estou aqui há quase dois meses e todas as pessoas que me rodeiam têm este sotaque maravilhoso.
Já sabem como é que esta história acaba, não sabem? Com a i. a admitir que está mais alentejana do que nunca. A comer ainda mais letras do que o normal. A utilizar gerúndios em tudo. A prolongar a acentuação onde não há necessidade. A dizer "bêm" em vez de "beim". A utilizar as expressões dos meus avós sem eles estarem presentes (algumas ainda escapam, agora outras são autênticos erros, como quando a minha avó diz "maramelo" em vez de "marmelo").
Aqui estou... De volta às origens. Se me ouvirem a dizer "atão mas o que é que tás fazendo" não estranhem.


6 comentários:

м♥ disse...

Eu sou uma esponja, apanho sotaques e expressões num piscar de olhos. Basta-me passar meia dúzia de dias com pessoas com sotaques e fico igual. Em pequena, ia muitas vezes para casa de uma tia numa terriola aqui ao lado. Em 15 dias vinha "parola", a falar como eles :p ahaha O meu sotaque normal é do Norte, mas acho que nem é assim tão carregado. Ou, pelo menos, eu não me apercebo dele :)

Cherry disse...

As nossas origens nunca são esquecidas :).
Beijinhos,
Cherry
Blog: Life of Cherry

Bonjour Marie disse...

Eheh adoro 😜

S* disse...

Eu tenho muito orgulho do meu sotaque minhoto!

Joana disse...

Eu adoro adoro adoro o sotaque alentejano :)

Tulipa Negra disse...

Também sou alentejana! Apesar de não ter muito sotaque, existem expressões que me denunciam :P