quinta-feira, 24 de agosto de 2017

O destino (não) quis assim

Quem me conhece sabe de ginjeira que eu sou qb maluquinha pelo Zambujo desde a altura em que a "Flagrante" andava por essas rádios fora. Achei piada ao homem... Às letras, às músicas, à sonoridade da voz. Ainda por cima partilhamos o sangue alentejano, uma pessoa apega-se mais facilmente, não é assim? Além disso, o gajo do "anda comigo ver os aviões" também sempre me despertou um certo interesse enquanto músico. Quando o Zambujo e o Araújo se juntaram para dar concertos... Fiquei louca. Adoro os arranjos deles! Como podia não ir vê-los?
Resultado: ora porque ninguém queria ir comigo (estúpidos e estúpida), ora porque não podia estar a dar aquele dinheiro, ora porque faltava muito tempo e não queria arriscar... Nos entretanto, eles esgotaram mil Coliseus e eu fiquei a ver navios. Bolinhas. Zero. Nada.
Foi então que surgiu uma luz ao fundo do túnel: concerto grátis, dia 24 de Agosto, em Cascais. Ando HÁ MESES a pensar nisto, a idealizar... Sabem o que aconteceu? Pois... Bolinhas. Zero. Nada.
Por isso, pessoas cujas teses ainda estão no futuro: não deixem atrasá-las. É só o que tenho para dizer.

3 comentários:

м♥ disse...

Deverias ter ido na mesma. Era só uma noite, não ia fazer diferença na tese e terias aliviado a cabeça. Mas vamos acreditar que outras oportunidades surgirão :)

Sys Arancia disse...

Oh! Deves estar piurça. Haveram de aparecer mais oportunidades.

JU VIBES disse...

Não ter companhia nunca é desculpa. :)


❥ Biju da Ju,
juvibes.blogspot.pt