quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Desabafo... E agora adeus, que vou continuar o trabalho

Ver o tempo a passar e os meus objectivos a não serem cumpridos (apesar de estar a trabalhar arduamente para eles) é frustrante e, pior do que tudo, desgastante. Hoje tive um ataque de choro quando estava a acabar de almoçar, nem sei o que se passou... Só tive de tempo de pegar nas minhas coisas e ir embora. Não quero preocupar as pessoas cá de casa, até porque eles não compreenderiam.
Eu "gosto" de chorar, no sentido em que sei que ajuda a aliviar o que vai cá dentro. No entanto, ando há meses e meses a contrariar isso... Aliás, tenho lá tempo para chorar! Por isso surgiu assim. Do nada. Duma maneira tão profunda e descontrolada. Nem a respiração consegui controlar durante um bom bocado...
Entretanto, limpei as lágrimas e continuei a trabalhar. Lamentar-me não resolve problemas nem adianta trabalho.

3 comentários:

Ana Rita Oliveira disse...

Se há coisa que eu aprendi foi que os resultados chegam sempre para quem merece e para quem não merece também. Se trabalhas arduamente para que consigas concretizar os teus objectivos sem dúvida que vai chegar o dia em que vais obter resultados muito positivos. O choro e a frustração fazem parte (infelizmente). Eu sei que falar é fácil e que é muito chato mas acredita que é tudo uma questão de tempo. Até lá, o importante é ter a consciência limpa sabendo que trabalhaste arduamente e que não e por falta de esforço que ainda nada aconteceu.
Força :)

м♥ disse...

Como te entendo. A fase pela qual estás a passar é desgastante e frustrante. É difícil. E quando se acumula tudo muito tempo, um dia tem que sair. Sai assim, descontroladamente e quando menos se espera. Mas é bom porque alivia e dá mais força para continuar.

Tenho a certeza que vais conseguir alcançar os teus objetivos porque és trabalhadora, dedicada e muito competente. O teu dia chegará. Um xi apertadinho para ti.

Coisas da Andreia disse...

Também já andei numa fase assim, mas apesar de tudo a maior lição que tirei daí foi mesmo a de que as coisas acontecem quando têm de acontecer. Entretanto, não desistas ❤