domingo, 5 de março de 2017

Enfim

Há pouco, vi uma foto publicada por um adepto sportinguista no facebook que mostrava a fila de pessoas para votar no presidente do referido clube. A imagem era acompanhada por uma frase inspiradora que, muito honestamente, ignorei.
Isto irritou-me. Não que eu tenha nada contra a paixão ao clube, cada um sabe no que acredita, mas somos um país famoso pela taxa de abstenção às urnas. Porque, por muito que o futebol mova corações e multidões, não é isso que realmente importa. Para escolher alguém que fique à frente do país, a tomar decisões que afectam todos nós, ninguém tem opinião. As pessoas não se informam, afirmam que estão cansadas, que são todos iguais. Mas para um clube que não ganha o campeonato há mais de 10 anos, continuamos a ter de marcar a diferença e fazer prevalecer a nossa opinião.
Não me fo... lixem.

5 comentários:

Xana disse...

Em parte tens razão, tens razão no facto de que na política nacional devemos ser mais activos mas não concordo no facto de achares ridículo as pessoas irem, com tanta devoção,votar para um presidente de um clube de futebol.
Eu sou Sportinguista de alma e coração, assumida e sem vergonha, não sou sócia, mas vivi o dia de eleições tal como uma sócia activa o fosse. O facto de não ganharmos um campeonato à mais de 10 anos, tem impacto (magoa a sério), mas não é só isso que nos move. O Sporting, não é só o futebol, mas inevitavelmente e porque estamos num país de futebol, este é o desporto que mais importa e por isso mesmo, e não ganhando nada à décadas, vejo a comunidade Sporting sempre apoiar, duvido que se um outro clube, que não ganhasse nada à tanto tempo os adeptos fossem como estes. Com isto não quero dizer que somos melhores ou piores que os outros. Somos nós, e não há palavras para explicar o que é ser Sporting, e é por isso que aquela gente toda foi lá ontem votar.
Contudo acho que sim, os portugueses deviam seguir, de certa forma o exemplo que os sportinguistas ontem deram e fazer a diferença nas próximas eleições, se bem que de nada vale, porque depois lá dentro eles arranjam forma de ir outros para o poder.

Beijinhos, e desculpa o testamento!

Nada disse...

Futebol é paixão...por ele as pessoas ficam sem dormir...mas para mudar o rumo do pais custa tanto!

м♥ disse...

É, de facto, um bocadinho revoltante. Cada um lá terá as suas prioridades, os seus gostos, e saberá como ocupar o seu tempo, mas acho muito irresponsável não se ir votar quando se trata do país mas arranjar tempo para estas coisas.

i. disse...

Xana, o que eu quis dizer com "não ganha o campeonato há mais de 10 anos" é que, se com o país "é sempre a mesma coisa, não vai melhorar", por que é que com o futebol já é diferente? Por que é que votar já vai mudar algo? É a isto que me refiro.

Andrea disse...

Acreditas que pensei o mesmo? As pessoas juntam mais a sua opinião no que ao futebol diz respeito do que propriamente ao futuro de um país .