segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Quando o teu melhor amigo é o problema sobre o qual queres falar com o teu melhor amigo

[não se aplica, mas aplica-se]

Agora que vivo sozinha, passo muito tempo a ouvir programas / podcasts enquanto efectuo certas tarefas (limpeza da casa, lavar a louça). Um dos programas que ponho no Youtube é o Esquadrão do Amor... Já é antigo, mas como nunca vi muita televisão, o Canal Q também me passava ao lado.
Num dos episódios, ouvi o Carlão a falar duma conversa / discussão que tinha tido com uma ex-namorada, em que ela lhe dizia que estava mesmo muito chateada com ele, mas que era com ele que queria desabafar sobre isso. Porque ele era o seu melhor amigo.
E isto, meu Deus... É tão verdade quando se está numa relação boa. Há coisas que só queremos falar com aquela pessoa, porque precisamos de desabafar... Porque precisamos de bater naquela tecla. Mas o motivo de estarmos assim pode não nos querer ouvir a falar sobre isso. Ou será que, se não quiser, isso significa que afinal não é o nosso melhor amigo?
Eu sei, eu sei. Não é tudo assim tão linear. É apenas mais uma divagação... Que se aplica a qualquer relação de amizade profunda, não só a relações amorosas. Ou será que não se aplica a nada, coisa nenhuma? Às vezes, gostava de respostas mais concretas...

6 comentários:

Sofiazinha disse...

Quando souberes a resposta avisa ;)

Tenho o mesmo dilema!

Anónimo disse...

Não pude deixar de comentar porque esse dilema tem sido uma constante na minha vida nos últimos tempos. O meu melhor amigo de nove anos, companheiro de vida há quatro, terminou a nossa relação. Quero chorar no ombro do meu amigo porque o meu namorado e eu nos separámos e não posso... É difícil. Muito difícil.

Mary disse...

Esta é sempre uma questão complicada. É terrível querermos desabafar sobre x problema, mas ser a pessoa com quem queremos falar que o está a causar. O que fazer? Acho que o melhor é sermos sinceros sempre, mesmo que não saibamos o que esperar.
Mas é uma situação que nos faz pensar e repensar.

Nea ☽ disse...

Ai como te compreendo!
E é assim complicado mesmo, tem muito que se lhe diga...

disse...

Essa situação é mesmo complicada :|
Na verdade acho que depende da maneira como levamos as coisas, quando um dos meus melhores amigos faz alguma coisa que não gosto, ou quando discuto com ele é com ele que vou falar sobre isso, não na hora, mas algum tempo depois e acho que isso assim é saudável; primeiro porque não mete uma 3ra pessoa na discussão, depois porque é a conversar que se entende. Pelo menos é assim que vejo as coisas, depois claro, depende sempre da personalidade da outra pessoa.

Beijinhos grandes e boa semana ^^

Cláudia Cerdeira disse...

Um dilema que deixa a nossa mente infinita a pensar e a pensar. O melhor, no meio de tudo isso, é seres sincera e simplesmente abrires-te para com ser que tens à frente. O ser humano é maravilhoso, e vais ver que te surpreende.

Um beijinho,
Cláu.