domingo, 2 de julho de 2017

Atribuir nomes a pastas de resultados - um desafio

Aquele momento em que estou a ver um vídeo de uma aula para me ajudar a fazer o que preciso e o professor diz:
- Gravem numa pasta chamada "Analysis" e depois podem ter "Analysis1", "Analysis2" e por aí fora. Nunca gravem como "New_Analysis" porque o novo depressa fica velho e depois têm "New1", "New2", "New3"... E depois têm "Really_New", por isso evitem.
E eu ri-me. Muito. Se eles vissem os nomes das minhas pastas... Só para dar um exemplo, tenho uma pasta que termina em "ALL" porque introduzi todos os meus sujeitos. Depois, como tinha mais uma sessão que não estava à espera, a nova pasta passou a chamar-se "ALLALL" (para distinguir da que tinha todos os sujeitos, mas só de uma sessão). Agora que afinal tenho três sessões, há uma pasta que se chama "ALL123".
Conclusão: Atribuir nomes a pastas de resultados é sempre engraçado e nunca funciona na perfeição.

3 comentários:

м♥ disse...

Parece uma pessoa que eu cá sei, que tinha "TESE versão final", "TESE versão final 2", "Tese concluída", "tese concluída com revisões", "tese final final"... Enfim, uma salgalhada :)

Tulipa Negra disse...

E quando gravam como "hoje" XD

C. disse...

Acho que todos passámos por isso... irritante mesmo lol

Beijinhos,
O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'